Filme ‘Os Iniciados’ abre debate para questões envolvendo as afirmações masculinas

Em tempos de discussão de ‘identidade de gênero’, vale conferir o filme “Os iniciados”, no Cine Lume.

É o representante sul-africano no Oscar 2018.

Há comparações com o filme “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, de 2016, que apresenta a vida um homem com dificuldades no processo de reconhecimento de sua própria identidade e sexualidade.

Mas, “Os iniciados” apresenta um ingrediente a mais que são as afirmações masculinas na adolescência.

O que é ser homem? É o que o filme pergunta.

A crítica Taiani Mendes, no Portal ‘Adoro Cinema’, diz que o filme fala de algo pouco discutido que é a masculinidade do homem negro.

Xolani (interpretado por Nakhane Touré) vai trabalhar no Ulwaluko, ritual de circuncisão de adolescentes do grupo étnico Xhosa. Ele é incumbido de “dar um jeito” em Kwanda (Niza Jay Ncoyini), cosmopolita riquinho descrito pelo pai como ‘sensível demais’. O trabalho de Xolani é cuidar da cicatrização do membro do pupilo e ensiná-lo a ser homem, sobrevivendo na floresta e suportando oito dias sem dormir ou beber água.

No Cine Lume às 15h30 e as 19h.

Trailer do filme no Yuo Tube

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *