Jornalista Henrique Bóis doa acervo ao Museu do Reggae

O jornalista Henrique Bóis doou, esta semana, ao Museu do Reggae, recortes de jornais e revistas de seu acervo pessoal.

O acervo poderá ser consultado, a partir da próxima semana, no horário de funcionamento do museu, de terça a sábado, das 10h às 20h e aos domingos, das 9h às 13h, na Rua da Estrela, 124, Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís.

O acervo é formado por peças colecionadas no período de efervescência do movimento reggae em São Luís, como recortes de revistas e jornais que focam no ritmo jamaicano e outros expoentes, a exemplo do músico e compositor nigeriano, Fela Kuti.

“Achei útil doar esse material para que ficasse disponível a todos aqueles que se interessarem por essa história. Como neste período estava dentro das redações dos jornais, acompanhei de perto o momento em que o reggae se erguia na cidade.  Passei então a juntar recortes de jornais e colecionar revistas que focam no ritmo”, contou o jornalista, Henrique Bóis.

Os documentos datam da década de 80, sendo o mais antigo deles uma edição do jornal O Estado do Maranhão, de 1988. Outras edições de jornais populares da época e alguns ainda existentes nos dias de hoje fazem parte da coleção como O Imparcial, Jornal do Brasil, Jornal da Massa Reggaeira, entre outros.

Deixe uma resposta

31 + = 34