Brawny Meireles, o que mais vende fotografias no MA 

As fotografias do Maranhão, de Brawny Meireles, já foram apresentadas em exposições, álbuns e algumas foram premiadas.

A imagem deste poste é de uma embarcação no Rio Anil, em São Luís.

O detalhe de Brawny Meireles é que ele é campeão de venda de fotografias no Maranhão.

Por meio da fotografia, Brawny Meireles faz da arte de fotografar um ofício.

Os fotógrafos que trabalharam no Maranhão do século XIX, também, faziam da fotografia um ofício rentável sem perder a excelência.

Em parceria com empresas, Brawny Meireles vendeu 160 mil cartões postais, por meio de kit, com 8 fotografias de paisagens do Maranhão, disponibilizado nos Supermercados Mateus. Foram 20 mil kits vendidos.

Quem é Brawny Meireles

Nascido em Lago da Pedra e com fortes vínculos com a Região Tocantina, sobretudo com Imperatriz, Brawny Meireles, atualmente, mora em São Luís.

Em junho deste ano lançou a terceira edição do Álbum Nossa São Luís, com mil exemplares. As duas edições anteriores, cada uma com mil exemplares, estão esgotadas.

“Estou expressando, nessas imagens, o meu carinho, o meu afeto por São Luís”, falou o fotografo acerca dessa terceira edição do Álbum Nossa São Luís com imagens do Centro Histórico, a nova cidade e de seus moradores.

Brawny Meireles tem outros álbuns fotográficos publicados, entre os quais vários em homenagem a Imperatriz e a Região Tocantina, a exemplo de Nossa Imperatriz (2016).

Uma das últimas publicações do autor foi o álbum Natural do Lago da Pedra.

Todas essas publicações estão esgotadas.

A terceira edição do Álbum Nossa São Luís pode ser adquirida na Amei, no Shopping São Luís, e será exposto a nos Supermercados Mateus.

Brawny Meireles realiza, também, ações sociais, sem fins lucrativos, utilizando a técnica pinhole. Nesta atividade, ele tem como referência o fotógrafo do Pará, Miguel Chikaoka.

Pinhole, em resumo, é uma técnica fotográfica que utilizada câmara sem lente, prática e simples, feita com matéria com caixa de papelão ou lata.

2 Comentários

Deixe uma resposta