Praça João Lisboa arborizada e Rua do Egito estreita

A Praça João Lisboa foi o eixo central de São Luís até a década de 1970, antes da expansão da cidade para áreas do São Francisco/Calhau/Ponta d’Areia e Itaqui-Bacanga.

Esta foto mostra a Praça João Lisboa com a Rua do Egito ao fundo, ainda estreita. É um presente raro do site Agenda Maranhão às pessoas que curtem ese espaço.

Até a década de 1930, todos os acessos a esse largo era por ruas estreitas.  A Rua do Egito não era uma via larga, como é, hoje, se comparada com as ruas e becos estreitos do Centro Histórico de São Luís.

O site Agenda Maranhão já fez uma matéria falando de como a Rua do Egito foi alargada.   Vejam a foto da postagem anterior e façam a comparação

Esta foto mostra, de forma muito evidente, como a Rua do Egito era estreita. Há um casarão azulejado ao fundo, que foi demolido. No local existe, hoje, uma agencia da Caixa.

Mais ao fundo, na Rua do Egito, ainda não há o Edifício do BEM.

É bom perceber que São Luís era uma cidade bem arborizada e há um veículo estacionado.

A Rua do Egito Permaneceu estreita até a década de 1930, quando os prefeitos Otacílio Ribeiro Saboia (governou o município de 1936 a 1937) e Pedro Neiva de Santana (de 1937 a 1945) colocaram em prática um projeto de renovação urbana para mudar a feição da cidade colonial para uma cidade moderna, com o alargamento de ruas, como a do Egito, e criação de novas avenidas, como a Magalhães e Getúlio Vargas.

A professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Uema, Grete Soares Plueger, tem a mais completa pesquisa envolvendo esse tema.

Deixe uma resposta

71 − 69 =