Fábrica Santa Isabel, no início do século XX

Fábrica Santa Isabel no início do século XX

Fotografia integra o Album do Maranhão em 1908, produzido pelo ateliê Photographia União, do fotógrafo Gaudêncio Cunha.

Essa fábrica ficava no Canto da Fabril e era chamada, também, de Companhia Fabril Maranhense.

De acordo com a pesquisa “Fábrica Martins Irmão & Cia – Trajetória fabril na dinâmica urbana de São Luís”, de Antônia da Silva Mota e Ulisses Pernambucano (Organizadores), a fábrica estava localizada no Apicum (atual Canto da Fabril).

Era no início do Caminho Grande (atual Avenida Getúlio Vargas).

Ocupava uma área de cerca de 7000 metros quadrados.

Foi inaugurada em janeiro de 1892. Comemoraria 126 anos este mês.

Tinha motor de 450 cavalos de força, que acionava 420 teares e 149 outras máquinas.

Sua capacidade de produção era de três milhões de metros de riscado e domésticos de algodão por ano, executada por 600 trabalhadores.

No local, o industrial Nhozinho Santos, ao voltar da Inglaterra, fundou o Fabril Athletic Club (FAC), o primeiro time de futebol do Maranhão. Trouxe na bagagem as regras do futebol, chuteiras, uniformes, bolas, apitos e o primeiro automóvel do Maranhão que veio desmontado no vapor.

O álbum do Maranhão em 1908 integra o acervo do Museu Histórico e Artístico do Maranhão.

Deixe uma resposta

− 3 = 1