Projeto Papoético retorna com Tião Carvalho e convidados

O Projeto Coletivo Papoético, articulado pelo poeta e jornalista Paulo Melo Sousa, teve início em dezembro de 2010 e, dentre tantas atividades culturais, realizou em 2012 o seu primeiro festival de poesia, buscando animar o meio cultural de São Luís. Depois desse evento, foram realizados mais dois festivais. O projeto foi formatado para acontecer num ambiente de bar. Após as apresentações das atividades culturais previstas, os participantes se confraternizam e continuam o papo de forma mais descontraída. Inicialmente surgiu num bar/sebo, depois se transferiu para o Restaurante / bar Cantinho da Estrela e, finalmente, ocupou o espaço do bar Taberna da Bossa, no Centro Histórico de São Luís.

O coletivo retoma a proposta, desta vez no Bar Latino, localizado na rua do Giz, anexo à Pousada Portas da Amazônia. “Entendemos a cultura como ferramenta necessária para o desenvolvimento da sociedade, sobretudo pelo incentivo ao hábito de práticas criativas que fortalecem a salvaguarda e o sentimento de pertencimento. Acreditamos que é possível construir através do desenvolvimento cultural uma sociedade mais esclarecida, mais capaz, com vontade própria e menos indiferente à vida social e política de sua localidade e do país, com inclusão cultural, com a multiplicidade de formas de transmissão de conhecimento, favorecendo a participação provocativa, criativa e transformadora de novos talentos na área, promovendo, dessa maneira, o fortalecimento da cidadania”, declara o poeta Paulo Melo Sousa.

Noite terá leituras do poeta Dyl Pires

O retorno da ação cultural acontece nesta quinta-feira (28 fevereiro), trazendo novamente à cena cultural da Ilha Tião Carvalho (imagem destacada), um dos ícones da música contemporânea do Maranhão e está vivendo um momento histórico no qual celebra 40 anos de carreira artística. Cantor e compositor, o artista interpreta composições de familiares, amigos e maranhenses renomados que marcaram sua trajetória artística, além de composições próprias  cujas letras revelam um pouco da sua terra e suas memórias, garimpadas por meio das canções e ritmos que resgatam a força da sua ancestralidade quilombola nos rincões de Cururupu.

Seu repertório passeia pelos ritmos do bumba-meu-boi, cacuriá, tambor de crioula, tambor de mina, samba, carimbó e reggae, sempre reverenciando a cultura maranhense em seu trabalho autoral. Essa fidelidade às tradições maranhenses visa, também, fortalecer a representatividade dos afro-descendentes, promover o respeito e valorização da cultura maranhense e incluir as mais diferentes etnias nessa troca. Além do show com Tião Carvalho, acontecerá leitura de poesias com Dyl Pires, e criação da Confraria da Água Benta (degustação de cachaça), com sorteio de livros entre os presentes.

O Projeto Coletivo Papoético visa divulgar, revelar e incentivar a atual produção cultural maranhense, com o intuito de estabelecer um contato maior entre artistas, intelectuais, produtores culturais e a comunidade em geral, com incentivo à produção cultural, divulgação da arte e da cultura, realização de eventos culturais individuais e coletivos, visando despertar o interesse pela arte e a cultura na comunidade em geral, facilitar o conhecimento de novos nomes da cultura maranhense, fortalecendo a identidade cultural como instrumento para o cumprimento social da expressão cultural da comunidade.

SERVIÇO

O quê? Projeto Coletivo Papoético.

Onde? Bar Latino (rua do Giz, anexo à Pousada Portas da Amazônia – Centro Histórico de São Luís).

Quando? Dia 28 de fevereiro de 2019

Hora? A partir das 19h30

Programação: Show com Tião Carvalho, leitura de poesias com Dyl Pires, criação da Confraria da Água Benta (para degustação de cachaça), com sorteio de livros entre os presentes.

Será cobrado couvert artístico: R$ 15 reais.

Imagens / divulgação

Deixe uma resposta

+ 23 = 29