Novas turmas de formação em terapia Constelações Sistêmicas


O autoconhecimento considerando o indivíduo e seu ciclo de relações sociais é o foco da formação em Constelações Sistêmicas, que está com inscrições abertas para o II Módulo. A formação é oferecida pelo Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas (IESTI) referência na aplicação terapêutica das técnicas. A terapia vem sendo utilizada na atualidade para solução de conflitos pessoais e em áreas diversas do convívio social – família, escola, trabalho. Interessados podem se inscrever até dia 4 de julho.

Neste módulo serão abordados os temas de referência Ordens do Amor e os pilares do pensamento sistêmico que agregam as ordens do Pertencimento, Precedência e do Equilíbrio entre o dar e o receber. O módulo terá ainda revisão acerca da metodologia e bases filosóficas tratadas no primeiro módulo. As inscrições podem ser feitas por email: contato@iesti.com.br e azizaboudsantos@gmail.com; e pelos telefone (98) 98531.846 / 98706.1846.

A formação é voltada a profissionais da saúde (médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, psicólogos), pedagogos, advogados, juízes, promotores, classe empresarial e público geral. “Se destina a todos que tenham interesse na terapia. A aplicação das Constelações pode ser adotada para resolver conflitos diversos, dos pessoais aos sociais”, diz o psicólogo, constelador e presidente do IESTI, Aziz Santos.

As técnicas da terapia podem ser aplicadas em grupo ou individualmente. Neste último caso, apenas o Constelador e a pessoa que vai constelar participam, sendo que ambas têm o mesmo efeito. A aplicação em grupo traz o diferencial de beneficiar não somente a pessoa que constela, mas, de modo geral, todos os participantes. “A aplicação da terapia é ampla e de eficientes resultados”, enfatiza Aziz Santos.

O instituto contabiliza quase 40 pessoas formadas na terapia Constelações Sistêmicas e dezenas com a formação em andamento. A formação completa tem duração de 10 meses e torna o participante apto a aplicar a modalidade terapeuticamente. “Os participantes têm colocado que este conhecimento mudou suas concepções de vida. É mais que uma técnica e mais importante que aprender a constelar, é ganhar uma abertura de consciência para algo maior”, avalia o constelador.

A terapia em Constelações Sistêmicas está disponível na rede pública, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), desde 2018, dado o reconhecimento de suas potencialidades como apoio ao tratamento de saúde convencionais. “É algo recente e ainda haverá diálogo entre associações de consteladores e o SUS para que a terapia seja melhor conhecida e seus procedimentos possam interiorizar-se”, ressalta Aziz Santos. O curso inclui estágios supervisionados, certificação e será realizado dias 5 e 6 de julho, no Number One, Ponta d’Areia.

IESTI

O IESTI, fundado em 2003, atua a partir de projetos na área das terapias integrativas, cultura, meio ambiente, desenvolvimento social local / educação, esporte e tecnologia. Promove formações, palestras, workshops, projetos culturais, educacionais e esportivos. Em sua equipe conta com advogados, psicólogos, terapeuta holísticos, produtores culturais, profissionais mestres e doutores nas áreas de sua atuação.

Agenda

II MÓDULO EM CONSTELAÇÕES SISTÊMICAS
A formação é oferecida pelo Instituto de Estudos Sociais e Terapias Integrativas (IESTI) e vai ter foco no conhecimento das chamadas Ordens do Amor, Pertencimento, Precedência, Equilíbrio e os pilares do pensamento sistêmico. A terapia vem sendo utilizada na atualidade para solução de conflitos pessoais e em áreas diversas do convívio social – família, escola, trabalho.

As inscrições podem ser feitas por email: contato@iesti.com.br e azizaboudsantos@gmail.com; e pelos telefone (98) 98531.846 / 98706.1846.

Deixe uma resposta

+ 28 = 30