Canção de Zeca Baleiro homenageia os qualhiras

Claudio Lima canta Qualhira, música inédita de Zeca Baleiro, no show Claudio Com a Lira, nesta sexta (23) e sábado (24), às 20h, no palco da Pequena Companhia de Teatro (Rua do Giz, no Centro Histórico de São Luís).

No repertório, 15 canções que buscam uma representatividade homoafetiva, entre as quais a inédita que Zeca Baleiro fez especialmente para o show.

Menos de um mês depois do show de estreia de Com a Lira, em maio, Cláudio Lima recebeu uma ligação de Zeca Baleiro dizendo que tinha feito uma canção especialmente para ele.

“Fiquei imensamente feliz; primeiro porque é a primeira vez que vou cantar uma música de Zeca e, também, porque a canção tem tudo a ver com aquilo que eu quero dizer nesse momento”, afirma Claudio Lima.

A direção do show é do teatrólogo Marcelo Flexa e tem participações especiais de Vinna, na sexta, e Tássia Campos, no sábado. No palco, os músicos Toti Moreira e Luís Cruz (violão, guitarra, percussão e bateria). Apoio Cultural BR-135 e Cervejaria Dona

Qualhira (Zeca Baleiro)

Viado, baitola, boiola, frutinha,

Gazela, bicha, bambi

Errante, erradio, perdido,

Desnorteado, maricas, urucum

Barrote, barril, perigoso

Frango, jóquei de jiboia

Entendido, invertido

 

Efeminado

Fresco, pera, maçã

Fruta

Na luta

Contra a força bruta

 

(Eu) sou um anjo que sai pela rua

Arte (dança) que o povo admira

Anjo torto, com a lira

 

Eu sou um anjo que vai pelo mundo

Com alma de caxemira

Mais que um anjo

(Mais que um homem)

Um qualhira

 

 

 

 

Deixe uma resposta

7 + 3 =