São Luís no tempo dos cartões-postais (1): prédio da AML quando era a Biblioteca Pública

Publicado em:

 

Houve um tempo em que se enviava cartão-postal para as pessoas, via Correios, principalmente. Esta prática, típica do Século XX, começou no século XIX e perdeu fôlego por volta da década de 1980. Na era da Internet entrou em desuso definitivamente.

 

Em geral, os cartões-postais tinham imagens de paisagens de cidades, de lugares pitorescos etc.

 

O Portal Agenda Maranhão está apresentado alguns cartões-postais com imagens de São Luís (Maranhão, Brasil). Uns são mais conhecidos; outros podem ser novidade para seguidores do site.

 

Esta foto é do atual prédio da Academia Maranhense de Letras (AML), na Rua da Paz, 84, nas proximidades da Praça João Lisboa, quando, no local, funcionava a Biblioteca Pública, em julho de 1918.

 

O prédio teve sua construção iniciada em 1873 e concluída em 1874 para servir de escola. Depois, funcionou como sede da Biblioteca Pública e, em 1949, tornou-se o prédio da AML.

 

O que é cartão-postal

 

Cartão-postal é um pequeno retângulo, de papelão fino, com uma das faces destinada ao endereço do destinatário, postagem do selo e mensagem do remetente.

 

Na outra face tem a imagem da paisagem e, em alguns casos, o selo.

 

O primeiro cartão-postal começou a ser emitido no século XIX e existem versões diferentes sobre a sua origem.

 

Pode ter sido uma invenção de autoria de H. L. Lipman (EUA) que, juntamente com J. P. Charlton, patenteou, em 18 de dezembro de 1862, o chamado “Lipman’s Postal Card”.

 

Outra das várias versões sugere que o diretor dos correios da Confederação da Alemanha do Norte, Heinrich Von Stephan, pode ter lançado a ideia e a sugestão na Conferência Postal Germano-austríaca, em 1865.

 

Brasil

 

O Brasil instituiu o cartão-postal pelo Decreto n.º 7695, de 28 de abril de 1880, proposto pelo ministro da Agricultura, Comércio e Obras Públicas do Império, conselheiro Manuel Buarque de Macedo.

Copyright © AGENDA MARANHÃO - Desenvolvido por TodayHost